Hard Fork Ethereum Constatinopla

A SpectroCoin Está Preparada Para Apoiar o ETH Hard Fork Constantinopla

A comunidade SpectroCoin tem estado ansiosamente à espera do Hard Fork Ethereum Constantinopla. O grande objetivo desta melhoria é passar do protocolo de “prova de trabalho” para “prova de participação”, o que irá solucionar problemas de escala e mineração na rede Ethereum. O hard fork deve ser implementado unilateralmente em todos os nós da blockchain Ethereum para funcionar como pretendido. Gostaríamos de guiá-lo nestas futuras mudanças e atualizações.

Regras da Blockchain: forks

As pessoas normalmente associam o termo “fork” a libertar novas moedas para a rede, porém, de acordo com o cripto-dicionário, “fork” é definido como a divisão da cadeia original para formar duas novas cadeias que existem de forma independente. A maioria dos participantes no mercado cripto estão habituados a “forks contenciosos” – uma abordagem democrática que permite aos utilizadores escolher entre ficar na cadeia original (se não concordarem com as alterações no software) ou implementar as novas atualizações.

A rede Ethereum já se dissipou em múltiplas hard forks planeadas e não planeadas, e pode ficar a saber mais sobre estas aqui. As melhorias constantes da blockchain Ethereum conferiram à Ether de um lugar especial entre as criptomoedas de topo. Agora, a hard fork Constantinopla é a próxima a ser implementada e parece ser o mais esperado upgrade na comunidade cripto até ao momento.

O Hard fork Ethereum Constantinopla é unanimemente apoiado pelos maiores “jogadores” do ecossistema ETH, o que significa que programadores, mineiros e guardadores de Ether estão rapidamente a passar para a versão atualizada da blockchain.

Prova-de-trabalho vs. Prova-de-participação

No mundo cripto, os conceitos de Prova-de-trabalho (PoW) e Prova-de-participação (PoS) são mecanismos de consenso essenciais para a validação de transações de um bloco. Para confirmar Ether, bitcoin ou outra transação altcoin na blockchain o consenso deve acontecer sem a participação de terceiros ou das autoridades. É possível chegar a um consenso descentralizado na rede através de um processo chamado mineração.

Atualmente, a Prova-de-trabalho é a maior validação de comprovativo de autenticidade do trabalho. Apesar dos benefícios para os mineiros com a Prova-de-trabalho, por os recompensar com moedas pelo seu trabalho, tem os seus lados negativos. O maior problema é que a mineração requer muita energia elétrica e hardware dispendioso. Além disto, há algumas limitações na quantidade de transações que podem ser processadas em simultâneo.

Por estes motivos, algumas criptomoedas populares, incluindo a Ethereum, estão a trocar para o modelo Prova-de-participação. Este modelo aplica algoritmos de consenso aleatórios, para chegar a consenso e validar transações num bloco.

Essencialmente, o sistema PoS precisa que quem valida demonstre que é proprietário de um certo número de unidades de criptomoeda para poder atestar por um bloco. Desta forma, já não é necessário hardware caro, os gastos de eletricidade diminuem e a validação torna-se mais rápida.

Propostas de Melhoria Ethereum

 O hard fork Ethereum Constantinopla

O upgrade consiste em 5 únicas Propostas de Melhoria Ethereum (EIPs). Cada uma destas terá um enorme impacto no código Ethereum e irá melhorar os tempos de processamento, escala, custos e a experiência para os guardadores de Ether. A seção seguinte irá explorar as futuras melhorias no ecossistema Ethereum.

Propostas de Melhoria Ethereum (EIPs)

A implementação das Propostas de Melhoria Ethereum na blockchain Ethereum colocará o ecossistema o passo mais próximo do hard fork Serenity, uma forma de transição do modelo de distribuição de consenso Prova-de-trabalho para o modelo Prova-de-participação.

EIP 145: Eficiência e Velocidade – A modificação da Máquina Virtual Ethereum irá melhorar a velocidade das operações e irá permitir que estas sejam executadas com maior eficiência. Tal significa que algumas das operações na cadeia serão completadas de forma mais rápida, fácil e barata do que anteriormente.

EIP 1014: Escala – Esta EIP irá oferecer uma solução de escala com base em transações fora-da-cadeia (off-chain). 4 argumentos da pilha – endowment, memory_start, memory_length, salt – serão acrescentados ao código para permitir que as transações sejam para um endereço que não exista atualmente na cadeia, mas que, devido a uma parte específica do código, possa estar dependente dela e as transações serão creditadas quando um endereço específico for criado.

EIP 1052: Velocidade e Energia – Esta EPI foca-se na melhoria da verificação do código de contrato inteligente. Por outras palavras, o hard fork Constantinopla permite a otimização em larga-escala da execução de contratos inteligentes na blockchain Ethereum. Agora, para completar a verificação de contrato inteligente, terá que retirar a harsh do byte-código do contrato, não o código na íntegra. A verificação será mais rápida e menos energia será usada para o processamento.

EIP 1283: Custo – Esta implementação atualiza o armazenamento de contratos inteligentes e reduz gastos excessivos de gás. A proposta diminui os custos de gás, dependendo das alterações na medição do gás e desencontros no trabalho de implementação.

Nota do editor: devido a uma vulnerabilidade encontrada em janeiro de 2019, a EIP 1283 não será incluída no hard fork Constantinopla.

EIP 1234: Atraso na Bomba e Blocos de Recompensa – Esta EPI resolve dois problemas atuais: em primeiro lugar, irá reduzir os Blocos de Recompensa de 3 Ethers por bloco para 2 Ethers. Com isto, haverá uma redução na totalidade quantidade de RTH e diminuição da taxa de inflação.

Em segundo lugar, irá atrasar a bomba de dificuldade em aproximadamente um ano e permitir que a comunidade Ethereum se prepare para o modelo Prova-de-Participação. “Bomba” (bomb) é o termo conhecido para a dificuldade no processo de mineração da Ethereum, um que leva a um maior consumo de recursos para a mineração de um novo bloco e torna o processo não lucrativo.

O hard fork não resulta na divisão de moeda.

Dicas SpectroCoin

Tendo em conta forks anteriores, a SpectroCoin recomenda que seja particularmente cuidadoso com os rumores à sua volta. Esta pode ser a oportunidade perfeita para vigaristas conseguirem chaves privadas e dados pessoais, roubar de fundos ou enganarem com ofertas demasiado boas para serem verdade.

Queremos apenas avisar os nossos clientes que, com o Hard Fork Constantinopla, não haverá airdrops ou tokens gratuitos. Se encontrar sites ou notificações que dizem o contrário, pode ter a certeza de que estão a tentar explorar os guardadores de ETH mais desinformados.

Enquanto guardador de carteira Ethereum da SpectroCoin, repare que não é necessária preparação da sua parte para o novo fork. A atualização do Constantinopla irá afetar a cadeia de blocos Ethereum, mas não será notório para os guardadores de Ether.

A atualização não irá afetar operações diárias ETH como venda, compra ou câmbio na plataforma SpectroCoin ou nas aplicações Android e iOS. No entanto, recomendamos que não movimente (deposite/ levante) os seus fundos até que a atualização Constantinopla esteja completa.

O que pensa sobre o hard fork Constantinopla? Deixe os seus comentários nas redes sociais SpectroCoin, teremos todo o gosto em ouvi-las!